Welcome to Our Website

Tudo sobre isenção da inscrição para o ENEM

Você sabia que muitos participantes do ENEM não têm condições de pagar o valor integral da inscrição para participar das provas?

Portanto, o Inep garante aos estudantes de baixa renda a isenção total da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio.

Contudo, acompanhe este artigo para entender como funciona o processo de isenção da inscrição do ENEM.

Quem pode solicitar isenção no Enem?

Os seguintes participantes podem solicitar isenção do Enem 2021:

  • Alunos do terceiro ano de escola pública de ensino médio: Quando você notifica sobre seu último ano de ensino médio em uma escola pública, o sistema automaticamente concederá uma isenção. Vale lembrar que os dados educacionais e socioeconômicos não podem ser alterados após o preenchimento durante o período de inscrição.
  • Participantes no cumprimento da Lei Federal nº 12.799 / 2013: Categoria para alunos de escolas públicas ou bolsistas integrais de escolas privadas cuja renda familiar mensal não ultrapasse o valor de 1,5 salário mínimo por pessoa.
  • Cadastro Único de Projetos Sociais do Governo Federal (CadÚnico): Os que ingressam no CadÚnico são amparados pelo Decreto nº 6.135 / 2007, que permite participantes cuja renda familiar seja de meio salário mínimo por pessoa ou que a renda familiar total não seja exceder três salários mínimos.

Além do Enem, o candidato que não conseguir a pontuação nas provas, pode optar pelo financiamento pelo FIES.

Solicitando a isenção

Desde 2020, todos os estudantes que forem se inscrever no Enem, ProUni ou Fies terão que se cadastrar no Portal do Governo Federal.

O link para o cadastro é sso.acesso.gov.br/login e o estudante deve fornecer as seguintes informações:

  • CPF
  • Nome completo
  • E-mail
  • Telefone

Depois disso, ainda precisa cadastrar um login e senha.

Como resultado desse cadastro, a medida do governo é unificar todos os serviços digitais dos órgãos federais (incluindo o Inep/MEC) e facilitar as necessidades dos usuários do serviço público.

Em sequência, o estudante deve acessar a página principal do cadastro e seguir as instruções.

O primeiro passo ao acessar a página, aparecerá uma robô, chamada Nanda, e é ela que irá te dar duas opções:

Entrar com gob.br e realizar todo o cadastro (para os que ainda não o fizeram) ou ISENÇÃO, caso já tenha efetuado o cadastro.

Os estudantes que solicitarem a isenção precisam preencher o questionário soecioeconômico.

Neste o participante vai informar sua renda e da família, além das características da sua residência e outros detalhes.

No total são 25 perguntas, sendo a última sobre acesso à internet em sua casa.

Depois disso, o Inep realiza o cruzamento de dados com a Receita Federal para verificação dos dados referentes ao CadÚnico, por isso, é importante manter sempre as informações atualizadas nos órgãos responsáveis e não dar dados errados (lembre-se de conferir todas as informações fornecidas).

Caso contrário, quando o participante obtiver a isenção concedida e, posteriormente, ficar comprovado que houve fraude, o Inep exigirá o ressarcimento do prejuízo causado ao órgão e o estudante poderá responder criminalmente.

Em conclusão, o processo de isenção é bem dinâmico e fácil, apenas seguindo as orientações do site você consegue facilmente fazer sua solicitação de isenção da inscrição para a próxima prova.