Duke Cartunista

Duke é o pseudônimo de Eduardo dos Reis Evangelista. Nasceu em Belo Horizonte, MG em 1973. Se formou em cinema da animação pela Escolas de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais.

Produz charges diárias para O Tempo, Portal Dom Total e Super Notícia, que são meios jornalísticos impressos – jornal.

É editor do “tempinho” que é uma pagina de jogos e atividades infantis e do “Supimpa” pagina de entretenimento, quadrinho e jogos.

Além desses trabalhos, faz ilustrações para publicidades e livros e é colaborador de revistas como a Revista CNT e é um dos organizadores do BH Humor – Salão Internacional de Humor Gráfico de Belo Horizonte.

O BH Humor, rio negocios, recebe os melhores cartunista do Brasil e do exterior. Em 2010 teve o 2º salão Internacional de humor gráfico de BH. Esse evento tem o objetivo de valorizar a arte do humor gráfico, em âmbito internacional. O Salão Internacional de Humor de Piracicaba – SP – já está em seu 44º evento, proporcionando a cultura todos os anos.

O Cartunista Duke já recebeu muitos prêmios, são eles:

Em 1º lugar ganhou em categoria Cartum no XVII Salão Carioca de Humor, no XV Salão Internacional de Desenho para Imprensa de Porto Alegre e na categoria Charge foi no I Salão Internacional de Humor de Paraguaçu Paulista.

Em 2º lugar ganhou na categórica caricatura no II Salão de Humor de Varginha, no I Salão Internacional de Humor Para o Trânsito, na Argentina e na categoria charge no II Salão Internacional de Humor de Paraguaçu Paulista.

Em 1º lugar com cartum foi no III Salão de humor de Paraguaçu Paulista, no I Salão internacional de Humor Ecolólogico de Campos e no I Salão internacional da Amazônia.

E em 2° Lugar como charge foi no XVIII Salão Carioca de Humor.

E recebeu muitas menções em Salões de Humor.

Em uma entrevista para o “O Jornal do Humor” Duke diz que teve bastante influencias, entretanto, o seu mestre é o Ota, cartunista de Belo horizonte. Falou sobre os salões de humor – é como se fosse um palco para os cartunistas – e também disse que o jornal é o principal meio de publicações das charges, pois é um mercado muito pequeno e o que garante o sustento do chargista é o jornal impresso.

O Duke faz charges de vários assuntos, defende que um chargista deve ir a fundo nas informações, afinal de contas é um trabalho jornalístico.

Algumas charges falam sobre política, clima, futebol, corrupção até sobre a extinção. São assuntos do cotidiano, porem, introduzindo a charge e o humor, o leitor acaba conseguindo a sua própria interpretação.

O Duke possui uma página no Facebook com mais de 36.000 curtidas, onde publica suas charges e já teve mais de 1.000 compartilhamentos, só na charge do Tucano. Muita gente interage e curte suas charges, pois ela representa a nossa realidade no dia a dia. Seja ela sobre saúde, politica, futebol, problemas no meio ambiente ou natureza. Qual pessoa pode ter o contato e ler as charges como crianças, adultos e jovens é um meio sem restrição.

Vídeos do Duke

Algumas Charges do Duke